Timidez infantil: como os pais podem ajudar?

A timidez infantil é muito comum, e muitos pais procuram a arte como um caminho para ajudar com esta questão. De fato, as atividades artísticas podem ajudar crianças tímidas a encontrarem um modo de expressar e comunicar melhor suas emoções e ideias. Entretanto, antes mesmo da ajuda externa, os pais podem colaborar muito para estimular as habilidades de socialização dos filhos, aqui citamos várias dicas para estimular e facilitar esta desinibição:

Momentos tranquilos

Ambientes lotados e barulhentos são desgastantes para introvertidos. Respeite isso e permita que seu filho tenha momentos tranquilos para recarregar as baterias.

Compartilhamento de ideias

Mesmo que ele prefira ouvir a falar, explique à criança que a comunicação é essencial. Estimule o compartilhamento de ideias. Pergunte como ela se sente e como lida com certas situações.

Não é uma competição

Seu filho não tem que impressionar seus amigos, professores ou familiares em eventos sociais, aceite isso.

Valorizar as amizades

Não tem problema ter poucos amigos, mas incentive seu filho a conhecer e estar aberto a novas pessoas. E ao invés de cobrar que a criança tenha vários colegas, valorize e ensine-o a cultivar as amizades que já conquistou.

Conecte a novos amigos

Seja o interlocutor quando ele tiver dificuldade para fazer amizade com novas crianças, por exemplo. Acompanhe-o inicialmente para facilitar a comunicação. Depois de apresentá-lo e propor uma brincadeira, deixe que interaja por conta própria.

“Gente como a gente”

Conte à criança sobre as vezes em que você também sentiu um frio na barriga ao se expor, e revele, de forma lúdica, como conseguiu superar o desafio ou mesmo a sua timidez infantil.

Vantagens

Explique como ela irá se beneficiar ao agir de maneira mais extrovertida – fazendo mais amigos, divertindo-se, conhecendo novas brincadeiras…

Autonomia

As crianças são naturalmente dependentes dos pais, mas para tudo há um limite. A superproteção é prejudicial para o desenvolvimento da criança.

Desafios diários

Comece sendo um exemplo de simpatia, cumprimentando o porteiro, as pessoas no elevador e deixe que seu filho perceba seu modo de agir. Permita também que ela interaja com desconhecidos sob sua supervisão: vale deixá-la fazer o pedido em uma padaria, ou perguntar uma informação a um vendedor de uma loja, por exemplo.

Brincando sozinha

Aceite que a criança não precisa estar sempre acompanhada de outras para brincar. Ela também pode se divertir sozinha de vez em quando, lendo um livro, desenhando ou criando um faz de conta.

Não julgue o medo

Nunca julgue ou caçoe dos temores da criança, mesmo que pareçam bobagem para você. Sempre a acolha em momentos de ansiedade.

Respeite a liberdade

Não exagere na dose dos limites, regras e disciplina em casa. Tudo isso é fundamental, mas ambientes extremamente rigorosos inibem a criança e fazem com que ela perca a espontaneidade.

O que acontece em casa, fica em casa

Não exponha atitudes e condutas de seu filho publicamente, especialmente as dificuldades dele. Isso pode colaborar com a timidez infantil.

Não exagere

Evite cobrar demais um comportamento extrovertido que não é natural da criança. Cada um tem o seu jeito, não custa lembrar.

Sem rótulos

Não rotule e não reforce aspectos negativos dele – como o fato de não cumprimentar todas as pessoas. Pare de ficar repetindo que ele é tímido e que nunca irá mudar, até porque a timidez infantil pode ser apenas uma fase.

Atividades atrativas

Todos gostamos de focar nossas energias em uma atividade que realmente apreciamos. Ajude a criança a encontrar algo que seja prazeroso a ela.

Fonte: Revista Crescer – globo.com | “Timidez: seu filho precisa perder mesmo?”

São muitas as alternativas para quem busca superar a timidez infantil e encontrar uma vida mais extrovertida para os filhos. Mas salientamos que é importante não pressionar e também não forçar os pequenos a fazer atividades extras ou esportes que não os atraem, por exemplo, isso pode deixá-los ainda mais reprimidos. Respeitar as crianças, com sua personalidade e gostos pessoais é importante para a construção da identidade delas. As críticas recorrentes e as comparações prejudicam tal processo, causando danos à autoestima e fazendo com que as crianças fiquem inseguras.

É importante destacar que quando a timidez infantil causa sofrimento, ajuda médica deve ser procurada. Um profissional deverá ser consultado no caso de tristeza, isolamento, crises agressivas ou de ansiedade, etc.

Se você já faz a sua parte como pai ou responsável e vê na criança um interesse pela arte, é possível encontrar um caminho para o desenvolvimento de habilidades de expressão e comunicação em aulas de teatro, dança, música e artes visuais. Confira algumas informações sobre como o teatro pode ajudar a superar a timidez infantil.

Para saber mais sobre os cursos infantis oferecidos pelo Belas Artes Joinville, clique aqui!

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!