Por que ter um hobby?

A importância de ter um hobby

O empreendedorismo está em voga. Atividades feitas paralelamente à vida profissional estão, cada vez mais, tomando a forma de micro e pequenos negócios. Porém, os benefícios dos hobbies vão além da questão financeira. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de São Francisco (EUA), um hobby realizado frequentemente pode aumentar o desempenho durante o expediente de trabalho.

Dos 433 profissionais analisados, quem praticava outras atividades tinha um desempenho de 15% a 30% maior do que quem não fazia absolutamente nada no tempo livre. De acordo com o líder do estudo, Kevin J. Eschleman, “desenvolver ações que trazem prazer, no mínimo, leva as pessoas a ter uma noção mais clara de si mesmas”.

Ao decidir se dedicar a um hobby, é preciso escolher uma atividade que nos instigue a exercer competências e talentos que não cabem em nossa função principal, ativando uma área de funcionamento da nossa personalidade que, talvez, não caiba na profissão escolhida.

Se o passatempo estiver relacionado ao mundo das artes, melhor ainda. Aprender a tocar um instrumento musical, pintar um quadro ou dançar, por exemplo, são maneiras de estimular nossa criatividade e o nosso cérebro. Além disso, haverá uma chance maior de conhecer e trocar experiências com pessoas da área.

Ter um hobby é contar com uma válvula de escape para aliviar as tensões e, com isso, melhorar o humor e a disposição. A única condição é não ter regras. Caso vire obrigação, deixará de ser algo prazeroso e divertido. Lembre-se: a atividade pela qual você decidir pode ser uma excelente ferramenta de autoconhecimento e de reflexão.

Com informações de: Revista Exame e Revista Galileu

 

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print

Deixe seu comentário!