Como elaborar um currículo artístico?

O currículo é uma das primeiras impressões que o empregador terá sobre você. Muitos artistas estão no começo da carreira ou tão inseridos nela que possuem dificuldades na hora de elaborar seu material de apresentação.

Veja a seguir os tópicos de um currículo artístico e algumas orientações para a sua elaboração:

Tópicos

Orientações

Foto Escolha uma de alta qualidade e com fundo neutro, evite selfies, fotos cortadas ou com roupas inadequadas.
Informações básicas As informações básicas são: nome artístico, nome completo, data de nascimento, idade, altura, peso, nacionalidade, email, telefone e endereço.
Experiências profissionais Cite em lista a data/período/ano de trabalho e o nome das empresas.
Experiências artísticas Cite a data, o nome do espetáculo/show/Exposição e o nome do diretor/produtor/curador responsável.
Premiações Cite em lista o festival/evento, a sua colocação (1º, 2º ou 3º) e a nomenclatura do prêmio.
Formação Cite o ano e escola/universidade/instituição, bem como os professores e mestres influentes na sua trajetória.
Cursos, conhecimentos e habilidades adicionais Cite os cursos, workshops, conhecimentos e habilidades que você possui.


Dicas:
• Use fontes mais formais (Times e Arial) e mantenha um layout limpo e legível.
• Seja organizado e procure colocar as informações em tópicos e tabelas.
• Revise as questões gramaticais.
• Apresente as informações mais relevantes e procure fazer algo mais resumido!
• O ideal é uma página com os tópicos e outra página com fotos ou anexos importantes.

A bailarina Luiza Yuk fez um vídeo com algumas destas dicas: veja aqui!

Experimente o Canva!


O Canva é uma ótima ferramenta para quem quer elaborar um currículo artístico diferenciado, com um layout mais moderno e um pouco fora do padrão que estamos acostumados a ver. É uma ferramenta gratuita, prática e intuitiva, com vários modelos que você pode escolher e editar como quiser!

Comece a criar um currículo, clique aqui

Veja também vários modelos de currículos inspiradores!


Lembre-se de sempre de atualizar as informações do seu currículo artístico e esteja atento ao que o seu empregador procura. Se ficar com alguma dúvida ou tiver alguma sugestão, compartilhe com a gente nos comentários. 😉

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!