Arte no Desenvolvimento Infantil: as 4 fases de Piaget

Ilustração por Joshua Seong, Verywell

O psicólogo e pesquisador da infância, Jean Piaget, elencou 4 fases do desenvolvimento infantil: sensório motor, pré-operatório, operacional concreto e operacional formal. A seguir, discutiremos sobre as características e necessidades de cada uma das fases do desenvolvimento infantil, relacionando-as com o aprendizado artístico. Confira!

1ª fase: sensório-motor

A descoberta do corpo e das sensações acontecem por volta dos 0 aos 2 anos de idade. Nesta fase do desenvolvimento infantil, a coordenação motora é desenvolvida a partir dos estímulos que o bebê recebe, sejam desafios, espaços ou propostas lúdicas. Por exemplo, você já percebeu um bebê jogando um brinquedo no chão? Ao fazer isso ele está experimentando os processos da ação, percebendo que seus movimentos geram algo ao seu entorno. A descoberta acontece de dentro para fora, partindo do corpo e do que podem sentir para o que podem ver, ouvir ou tocar.

O curso de artes que contribui para o desenvolvimento do bebê e melhor aproveitamento da fase sensório-motor é de Musicalização a Bebês. Nas aulas, o bebê, acompanhado de um dos pais ou um responsável, tem contato com instrumentos, sons, sensações e estímulos diversos. O curso de musicalização a bebês pode ser feito a partir dos 2 meses de idade.

2ª fase: pré-operatório

A fase pré-operatória acontece dos 2 aos 7 anos. Nesta fase, a criança ainda percebe o mundo de acordo com suas experiências individuais e tende a se colocar no centro de todas as situações. Além disso, neste período acontece a “fase dos porquês” na qual há muita curiosidade sobre o mundo, sobre como as coisas são feitas e como funcionam.

Dentre as fases do desenvolvimento infantil, essa tem a imaginação como maior aliada, o que permite a personificação de objetos em brincadeiras e a criação dos divertidos faz-de-conta, onde uma vassoura pode virar “cavalinho”, espada, boneco e o que mais a criança imaginar.

Para esta fase há diversos cursos: musicalização infantil, baby class (dança), teatro e desenho. Em todos os cursos as crianças terão sua criatividade potencializada, as relações de grupo trabalhadas e aspectos como coordenação motora, raciocínio lógico e disciplina desenvolvidos.

3ª fase: operacional concreto

O estágio operacional concreto ocorre entre os 8 e 12 anos de idade. Nesse momento, a criança começa a resolver problemas concretos a partir da lógica, a abstração e o pensamento filosófico ainda estão em desenvolvimento. As regras sociais já estão mais internalizadas, comandadas por um senso de justiça e reciprocidade. Esta é a fase da lógica e da matemática, onde tudo é entendido por meio de regras e padrões, mas também é o momento em que as crianças estão aprendendo a lidar com o pensamento e questões conceituais.

A arte é muito bem vinda nesta idade, pois além de trabalhar os aspectos lógicos e formais, contribui para que a criança aprenda a expressar suas ideias e emoções, o que é importante para a construção da identidade dos pequenos.

4ª fase: operacional formal

A fase operacional formal acontece a partir dos 12 anos e é o momento em que as capacidades de reflexão e abstração já estão desenvolvidas. A partir daí, o adolescente começa a formar opiniões e conceitos sobre temas como sociedade e sua relação como indivíduo. Ao olhar para si e para o mundo a sua volta, questiona estruturas e define seus posicionamentos.

Nesta fase também já está claro o que é imaginação, pensamento e realidade, fazendo com que a arte seja importante para auxiliar a aflorar a imaginação ao mesmo tempo que estimula aspectos físicos e habilidades intelectuais. Aprender técnicas artísticas requer superar desafios, o que é uma ótima atividade para a adolescência. Durante este período, cursos como dança (seja ballet, jazz ou danças urbanas) e teatro podem ser boas opções para quem busca exercícios físicos aliados ao prazer e ao trabalho em grupo. Os cursos de música e desenho atendem a diversos perfis e tem como foco habilidades como percepção auditiva/visual e manuais. Contudo, todas as opções de cursos de artes para esta fase são eficazes para facilitar a expressividade e trabalhar a disciplina.

Os estudos de Piaget apontam que as fases do desenvolvimento infantil podem ser enriquecidas com atividades estimulantes, um curso de arte é uma ótima opção para os pais que buscam o melhor aproveitamento da infância para os seus pequenos.

Com arte as crianças podem ser beneficiadas emocionalmente, fisicamente e socialmente. Clique aqui os cursos infantis do Belas Artes Joinville!

por Heloiza Castro

Fonte: Keep Learning School

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!