9 brincadeiras criativas para fazer com as crianças

Brincadeiras criativas podem ser feitas com as crianças em família, na escola ou até em uma festa de aniversário cheia de diversão. Para garantir a festa, não é necessário grandes recursos, criatividade e animação dão conta do recado. As crianças amam a atenção dos adultos e mais ainda quando os pais interagem, mostrando que também já foram crianças! Veja as brincadeiras criativas que listamos para você fazer muita arte e promover a diversão onde quer que esteja:

Caça ao tesouro

Todos conhecem a divertida brincadeira da caça ao tesouro. Ela pode ser feita com pistas espalhadas pela casa que levam a um tesouro especial ou com um tesourinho para cada criança. Nos dois casos, a persistência e a determinação ajudará as crianças a entrarem na brincadeira e aprenderem uma boa lição sobre não desistir da busca pelo que desejam. A brincadeira pode ser feita em datas especiais, como chocolates escondidos na páscoa, em festas ou momentos de diversão em família.

Memória e Jogo dos “7 erros”

Os jogos da memória e dos “7 erros” é um clássico, mas pode ser feito de maneiras diferentes como uma das brincadeiras criativas.

  • Separar objetos da casa, como escova, tampinhas, canetas, etc., para a criança memorizar por segundos e depois, sem a criança ver, retirar um dos objetos e pedir para que ela diga qual é o objeto faltante.
  • Escolher um cômodo da casa para ser observado por 1min, sem que os outros vejam, uma das pessoas fica responsável por “trocar as coisas de lugar, depois o jogo é adivinhar os “7 erros”.

Percepção e observação

Nos jogos de ‘adivinhar quem é” a partir de características físicas e pessoais, as crianças aprendem observar e absorver o diferente, percebendo como todos convivem em união, mesmo sendo tão únicos.

  • Pra quem é a carta?

Muito parecida com a brincadeira feita em amigos secretos, o jogo é escolher um dos participantes para entregar a carta misteriosa e deixar que os participantes tentem adivinhar quem é. Começa com o carteiro dizendo: “Eu tenho uma carta!” e os participantes respondendo: “Para quem é a carta?”, depois disso, o carteiro precisa dar características sobre o destinatário escolhido até que todos adivinhem quem é. Quem receber a carta, torna-se o próximo carteiro.

  • Quem sou eu?

Neste jogo cada participante escreve o nome de um personagem em um post-it e cola na testa da pessoa à da direita. A missão será adivinhar quem você é a partir de perguntas com respostas de “sim” ou “não”, como “eu sou uma mulher?”, “sou um personagem de desenho?”, “eu vivo no mar?”, etc.

Talento na carta

A brincadeira é a seguinte: em cartas ou bilhetes em branco, deve se escrever desafios de talento, como cantar tal música, dançar tal passinho, imitar algo, etc. Depois as cartas são distribuídas e cada um deve cumprir o desafio artístico.

Mímica

A mímica é uma das brincadeiras criativas mais divertidas e pode ser feita escrevendo nomes de filmes, personagens, profissões e ações em pedaços de papel. Sem o uso de sons, palavras e apontar, os participantes devem gesticular para fazer com que o grupo adivinhe o que estava no papel. Quem acertar primeiro, é o próximo a fazer a mímica. O jogo também pode ser feito em equipes, a equipe que mais acertar, ganha!

Fantoches e sombras

Fantoches são muito especiais, podem contar boas histórias e fazer grandes brincadeiras. Com eles, as crianças podem ser os personagens ou os espectadores, o importante é usar a imaginação.

Outra maneira divertida é o jogo das sombras, que conta com criatividade e imaginação. Com as luzes apagadas, uma parede e uma boa lanterna todos podem se divertir fazendo sombras, contando histórias e adivinhando as formas.

Arte em casa

Com folhas de papel, canetas coloridas, tintas, pincel e materiais de papelaria é fácil pensar em brincadeiras criativas. A família pode se reunir para fazer arte e depois expor as obras em uma parede ou varal, como uma “galeria de arte”. A brincadeira com artes vai longe e tem diversas possibilidades, aqui vai uma lista de sugestões:

  • Desenho maluco: cada participante recebe uma folha em branco. O primeiro passo é desenhar uma cabeça no alto da folha. Depois, dobram-se os papéis e as folhas são trocadas entre os participantes. Em seguida, cada participante continua o desenho na folha que recebeu. No fim, os papéis estarão com os desenhos formados;
  • Decorar vasos com cola glitter;
  • Pintar com os pés;
  • Pintar com aquarela (tinta e água);
  • Fazer pontilhismo com cotonete;
  • Faça um retratos e desenhos divertidos com recorte e colagem de revistas;
  • Fazer desenhos e formas usando Post-its;
  • Desafio de desenhar sem tirar a caneta do papel;
  • Experimentar a pintura com esponjas, flores, dedos, mãos e carimbos criativos;

Uma sugestão é usar as atividades para fazer cartões especiais e presentes:

  • Desenhar com caneta de porcelana em canecas para presentear
  • Fazer enfeites de natal e decorações diversas
  • Fazer cartões artísticos para dar de presente para amigos e família

Também é possível brincar de música, confeccionando instrumentos com recursos de casa. Aqui vão algumas ideias:

  • Chocalho de grãos, como arroz, feijão ou macarrão
  • Sino de chaves
  • Tambor de pote de sorvete

Massinha

As massinhas são muito divertidas e podem ser feitas em casa, aqui está a receita:

  • 1 xícara de sal
  • 4 xícaras de trigo
  • 3 colheres de óleo
  • Corantes alimentícios

Telefone sem fio

A brincadeira do “telefone sem fio” já é conhecida e é muito divertida. A mensagem vai passando de participante a participante e no final, as coisas podem ficar engraçadas. Uma variação da brincadeira é fazer com ações, como uma mímica em uma fila onde todos estão de costas, o primeiro faz uma ação e o segundo vê, depois disso, o segundo participante repete a ação para o terceiro e assim por diante. O último da fila deverá fazer as ações que observou na frente de todos e depois, o primeiro da fila revelará quais eram as ações iniciais. A brincadeira é muito útil para desenvolver habilidades de observação e expressão corporal.

Imaginação no comando

São muitas ideias e o importante é deixar a imaginação comandar as brincadeiras criativas. Além disso, a memória pode ajudar bastante. Basta lembrar das brincadeiras de infância, como bola de gude, peteca, jogos de tabuleiro e Stop!, por exemplo. Se for preciso, adapte as brincadeiras e crie novos jogos. As crianças vão amar saber como os pais brincavam quando eram pequenos e mais ainda, ficarão felizes por poder brincar com as pessoas que mais amam!

Na infância, fazer arte e brincar são ações interligadas. Em aulas de artes, muitas brincadeiras criativas são usadas para facilitar o processo de aprendizagem. No Belas Artes Joinville, arte e ludicidade andam de mãos dadas quando o assunto é educação infantil. Em aulas de Musicalização a Bebês, por exemplo, os pais participam ativamente deste processo, aprendendo atividades que podem ser feitas em casa.

Gostou do conteúdo? Compartilhe e saiba mais sobre os cursos infantis do Belas Artes Joinville clicando aqui!

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!