5 benefícios de aprender um instrumento

Muitas escolas regulares têm na grade curricular do ensino infantil a disciplina de inicialização musical. Não é que se pretenda formar um grande músico, mas sim apresentar para os pequenos a variedade de instrumentos e opções de melodia que podemos apreciar.

As vantagens em tocar um instrumento musical vão muito além da qualidade técnica na execução deste instrumento.
Vamos ver algumas delas?

Disciplina

Algumas atividades irão depender de muita disciplina, como nos esportes, na dança e, claro, na música, para envolver e despertar o interesse em quem está disposto a aprender. São regras a serem cumpridas a fim de aflorar comprometimento, obediência e espírito de coletividade.

Melhora a coordenação motora

Cada instrumento musical irá trabalhar diferentes partes do corpo, mas todos estarão fortalecendo e desenvolvendo alguma parte específica. Podem ser os dedos no piano, a agilidade das mãos no violão, guitarra, baixo, cavaquinho ou outros instrumentos de corda ou até mesmo a força e dinâmica dos movimentos da bateria.

E não é só isso. Além da coordenação nos movimentos corporais, o cérebro vai ler essas notas transformando-as em ritmo e respiração, em um compasso harmônico e perfeito.

Aumenta a responsabilidade

Você já ouviu dizer que presentear uma criança com um animal de estimação gera, além da felicidade, um sentimento de responsabilidade? Aprender a tocar um instrumento não é muito diferente. Lógico que não é um ser vivo, mas também precisa de cuidados. Atenção no ir e vir para não danificar o instrumento, limpeza constante e, além disso, alguns instrumentos ainda precisam de produtos específicos para manter o funcionamento correto. Tudo isso é responsabilidade de quem toca. Nada de terceirizar esse serviço.

Desenvolver o trabalho em equipe

“Sozinho vamos mais rápido, mas juntos vamos mais longe”, não é assim o dito popular? Na música é igual. Seja em bandas, orquestras ou aulas o coletivo vai se fazer presente. Neste caso é preciso respeitar o ritmo do outro, acompanhar a melodia do todo e desenvolver o companheiro em uma sala de aula. Tudo isso fará o músico crescer enquanto profissional e mesmo como ser humano.

Aprimorar o português e a matemática

O “ler uma partitura” no sentido da interpretação e não da gramática aprimora, e muito, a compreensão de um texto. São símbolos visualizados e traduzidos instantaneamente em movimentos como posição de dedos ou movimentar das mãos na baqueta, por exemplo.

A revista Psychology of Music publicou um estudo afirmando que “as crianças expostas a um programa de vários anos de ensino musical, envolvendo a formação mais complexa de habilidades rítmicas, tonal e práticas de instrumentos musicais, exibiram desempenho cognitivo superior em habilidades de leitura e compreensão de textos, em comparação com os “não treinados” musicalmente.”

Ao mesmo tempo o raciocínio lógico e matemático em entender a partitura, fazer contagens e aprender ritmos pode desenvolver amplamente o campo matemático da pessoa.

Esses são apenas alguns dos benefícios, mas acredite, você realmente só tem a ganhar ao aprender a tocar um (ou vários) instrumentos musicais.
Tem algum aprendizado diferente desses para nos contar? Compartilhe conosco! Será um prazer ouvir a sua história também!

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!