Como foi o Festival Belas Artes 2016?

Como foi o Festival Belas Artes

Cantar, dançar, emocionar e ser emocionado, apreciar cada espetáculo e oficina, conhecer novas pessoas e ampliar o conhecimento em cada partícula da arte… estes e outros sinônimos descrevem de forma substancial tudo o que vivenciamos nestes 16 dias durante o Festival.

Cada professor, coordenador, diretor e administrativo trabalharam a fundo em cada detalhe necessário para que tudo ficasse incrível e atrativo a todos, seja na decoração, oficinas, espetáculos, shows e workshop.

Apesar de este ano ser a 12ª edição do Festival, foi o primeiro ano em que tivemos o Festival Belas Artes de forma temática, representando os continentes do mundo e suas características, além de retratarmos a campanha do “Sou, Porque Somos” que fala sobre o amor ao próximo. Pela primeira vez, contamos com o auxílio dos nossos alunos, que são incrivelmente dedicados a todas as causas, seja para cantar, dançar, divertir os visitantes ou para recepcionar a todos que compareciam a cada dia. E o melhor de tudo, tivemos a oportunidade de apresentar à comunidade de Joinville uma prévia de tudo aquilo que realizaríamos no Festival e a forma com que a arte traz vida. Fizemos isso em forma de palco interativo, no MAJ, Estação da Memória, Expoville, no Colégio Celso Ramos e na Casa do Capitão, foram grandes parcerias!

Mas, nada melhor que nós, como Escola, escrevermos sobre isso. Pedimos aos envolvidos e visitantes para contar sobre a experiência vivida nestes dias:

“Foi uma experiência muito bonita! Ver como a arte está sendo valorizada em suas diferentes vertentes – como a dança e a música -, é realmente incrível. Os bailarinos do Belas são incríveis, e os grupos vocais foram maravilhosos! Se fosse pra resumir em uma palavra: apaixonante!”.
Carolina Oleskovicz (Visitante)

“Foi tudo ótimo! Foi como eu imaginei que fosse. A recepção sempre muito acolhedora, sorridente. Eu tenho a certeza de que todos que se apresentaram conseguiram passar algo para o público e a paixão pelo que faz. Tenho a certeza de que todos nós conseguimos despertar algum interesse naquelas pessoas que têm desejo de fazer o que gosta! O Festival foi maravilhoso, foi tudo muito lindo, amei!”.
Laine Ramos da Fonseca (Técnica Vocal)

“Bem, pra mim o Festival foi bem informativo e alegre, aprendi novas coisas, me diverti muito com todo mundo”.
Gustavo Alexandre de Souza (Técnico em Canto)

“Estou no Belas Artes há 16 anos e tenho acompanhado todos os festivais desde o primeiro e nesse ano foi demais. Todos nós experimentamos o tema “Sou, porque Somos” de uma forma muito especial. Houve um entrelaçamento entre as artes de forma extraordinária onde dança, teatro, artes visuais e música se conversaram de tal maneira que pudemos sentir esse afeto através de cada participante, seja professor ou aluno”.
Hilda Natume (Professora do Conservatório)

“Participar do 12º Festival Belas Artes foi uma experiência extraordinária e emocionante. Ver a satisfação dos alunos em suas apresentações não teve preço, fora que o Festival nos proporciona fazer novas amizades dentro da escola, e assim compartilhar experiências. Que venha o próximo!”.

Marelice Atanazio (Técnica Vocal)

“Eu considerei o Festival inteiro como uma bagagem artística, pois foi algo maravilhoso, tive que me tornar versátil, sair da zona de conforto, realizar atividades em áreas que eu não conhecia, como dançar, mesmo sendo aluno de canto e piano”.
Luiz Pomin Neto (Técnica Vocal e Piano)

“O Festival deste ano foi o mais top de todos. Tive a oportunidade de poder fazer parte de várias maneiras, ajudando na organização e mostrando o meu trabalho como ator, desenvolvendo tudo o que venho aprendendo no curso de teatro. Uma das coisas mais gratificantes que aconteceram foi conhecer pessoas e fazer novos amigos. E espero que esse seja só o início de vários festivais que o Conservatório venha desenvolver, não perdendo essa ideia de misturar todas as artes. E também quero deixar meu muito obrigado a toda a organização, aos professores por terem esse dom de ensinar, à direção da escola por ter essa força para fazer o Festival acontecer, ao administrativo que atendeu todos da melhor forma possível. E para encerrar ‘Sou, Porque Somos’”.
Fábio Borba (Teatro)

Para finalizar, gostaríamos de agradecer imensamente a todos os nossos alunos, diretores, professores, coordenadores e o setor administrativo por todo o empenho e dedicação durante todo o Festival, comprovamos mais uma vez que: a união faz a força.

Queremos agradecer também o patrocínio e apoio dos nossos parceiros: Mazzoli Contabilidade, Mega Cópias, RT Outdoor, Graves e Agudos, Seta Soluções Visuais, Studiow Music e Djs, Capitão Space, Horus Entretenimento, Galpão Cultural, Locatelli Assessoria Empresarial, Brenda Ashly e Next Idea!
Vocês fazem parte do sucesso que foi a 12ª edição do Festival Belas Artes.

Gratidão a todos!

Por: Thais Ticyane da Maia

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!