7 dicas para estimular a criatividade das crianças

Crianças são conhecidas por fazer muitas perguntas, encontrar soluções inusitadas e inventar histórias engraçadas. Elas são exímias exploradoras e possuem um olhar curioso para enxergar tudo ao seu redor.

A criatividade, qualidade encontrada em grande escala na infância, pode se perder na idade adulta se não for estimulada e encorajada ainda nas primeiras fases de vida. Acontece que, muitas vezes, a criatividade das crianças é confundida com rebeldia, desleixo ou desatenção.

É importante distinguir mau comportamento de estímulo criativo, corrigindo e educando da melhor maneira, mas sempre incentivando a criança a desenvolver suas habilidades respeitando sua individualidade.

Destacamos 7 dicas importantes para pais e professores que desejam estimular a criatividade das crianças:

Leia, brinque e faça arte

É importante proporcionar momentos criativos, com livros, cadernos de desenhos, fantasias, fantoches, brinquedos de montar e o que a sua imaginação puder proporcionar.

Games e vídeos podem prender a atenção das crianças por bastante tempo e serem bons recursos para estimular raciocínio lógico e a memória das crianças, mas variar as atividades é necessário.

Esteja preparado para momentos criativos

Faça uma “caixa da criatividade” com fantasias, peças de roupa coloridas, aventais para pintura, material de pintura e desenho, blocos de montar, papéis e revistas.

Você pode até listar esses materiais como presentes para um aniversário do pequeno, por exemplo. Ter a “caixa da criatividade” reservará seus materiais pessoais do desgaste e proporcionará bons momentos à família e amigos e será um estímulo à criatividade das crianças.

Separe um espaço para celebrar a criatividade

Paredes riscadas não é o sonho decorativo das mamães, então o ideal é estabelecer um espaço para que a criança possa brincar e criar à vontade. Jornais no chão, paredes protegidas com craft, pintadas com tinta de quadro de giz ou até liberadas para as canetinhas, seja como for, o importante é ter acordos de respeito e cuidado com os espaços coletivos.

Além de permitir a criação e a expressão, é relevante mencionar que o valor que uma criança deu a algo, deve ser respeitado. Seus desenhos, cartas e criações mais excêntricas precisam ser valorizadas, guardadas ou expostas de modo que seu trabalho criativo permaneça sendo estimulado.

Aceite o diferente

Permita que os pequenos tenham liberdade para descobrir novas ideias e autonomia para tomar decisões. Impor uma forma de fazer inibe o processo criativo, pintar o sol de verde, dançar sem as sapatilhas ou cantar em um idioma inventado pode ser parte de um caminho de descobertas.

As crianças também podem ter opiniões divergentes, pensar diferente faz bem. Promover uma rotina divergente com alimentos, atividades e caminhos diversos também pode proporcionar estímulos criativos.

 Abra os horizontes

Viagens, visitas a museus e experiências culturais são de grande valor a quem está descobrindo o mundo a sua volta.

Ter contato com arte, história e outras culturas abrirá os horizontes e irá encorajar a criatividade das crianças, servindo também como inspiração e referência para futuros trabalhos.

Incentive as perguntas

Crianças adoram fazer perguntas, seja sobre como a lua foi parar no céu ou como funcionam as máquinas de sorvete. Durante o aprendizado, é importante que elas aprendam a verdade sobre as coisas, mas não significa que não poderão imaginar como tudo funciona.

Ao receber uma pergunta, instigue a criança a imaginar ao modo dela e criar suas teorias sobre as coisas, depois dê a sua resposta. Mas é sempre importante lembrar que nem sempre as coisas foram como são, a criatividade de engenheiros, cientistas e muitos outros especialistas contribuiu para que tudo fosse “descoberto” e se transformasse.

Seu filho ou aluno pode se tornar um adulto criador, e imaginar um mundo diferente na infância é bom começo.

Una aprendizado e felicidade

Oferecer prêmios ao final do processo nem sempre será a melhor opção. Descubra quais atividades dão prazer à criança promova a prática. O prazer aliado ao aprendizado gera ótimos resultados para o desenvolvimento dos pequenos. Ao escolher um curso de artes, por exemplo, leve em conta os gostos pessoais da criança para que dançando, cantando, tocando, atuando ou desenhando, ela esteja feliz.

Estimular a criatividade das crianças requer algumas estratégias criativas e proporcionar encontros com a arte e a cultura é um ótimo caminho. No Belas Artes, oferecemos cursos de dança, música, teatro e artes visuais para os pequenos, onde o ambiente de sala de aula e as atividades são preparadas para o estímulo da criação. Um dos princípios da arte é imaginar e nada melhor do que aprender arte para impulsionar a criatividade.

Autora: Heloiza Castro

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe seu comentário!